segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Bolo de arroz

bolo de arroz


bolo de arroz


bolo de arroz

Agora sim estamos no Outono.
Confesso que é uma das estações do ano de que mais gosto.
Adoro as cores que a natureza nos dá e estes finais de tarde mais frescos.
Só queria que os dias fossem maiores, mas enfim não se pode ter tudo.
Uma fatia de bolo, uma bebida quente e uma manta para mim é um final de tarde ideal.
Escolhi um bolo que me recorda a minha infância.
Nasci e cresci numa aldeia e não havia a quantidade de bolos que há hoje em dia.
Havia os pastéis de nata e bolos de arroz.
Ainda hoje são dos meus bolos preferidos.
Quem não gosta daquela crosta deliciosa dos bolos de arroz?
A receita é mais uma vez da Dolce Rita. Resolvi fazer numa forma só.
São simples de fazer e mais ainda de comer.
É desta maneira que vos desejo uma boa semana.

Ingredientes (forma redonda de 17cm)

150 g de manteiga amolecida
180 g de açúcar
3 ovos (usei tamanho L)
100 g de farinha de arroz
150 g de farinha de trigo sem fermento
1 colher -chá- de fermento em pó
100 ml de leite

Açúcar para polvilhar

Unte e polvilhe a forma. Forre o fundo com um círculo de papel vegetal.
Pré aqueça o forno a 180º

Bata a manteiga com o açúcar até obter um creme fofo.
junte os ovos e continue a bater até estar tudo misturado.
Adicione as farinhas e o fermento peneirados. Mexa delicadamente com uma espátula até estar bem envolvido.
Junte o leite e envolva delicadamente na massa.
Deite a massa na forma. Polvilhe com açúcar e leve a cozer 35 a 40 minutos, ou até estar cozido e ter criado a crosta.
Deixe no forno cerca de 15 minutos. Deforme para o prato de servir.
Sirva ainda morno ou deixe arrefecer.

bolo de arroz



Notas: Podem aromatizar a massa com raspa de limão ou baunilha e claro distribuir a massa por aros forrados com papel vegetal.


bolo de arroz


bolo de arroz


bolo de arroz


bolo de arroz


bolo de arroz


bolo de arroz


sábado, 28 de outubro de 2017

Bolo de amêndoa com gema queimada recheado de doce de ovos pobres

doce de ovos pobres



doce de ovos pobres


doce de ovos pobres


Aqui estou eu com mais uma receita.
A receita é de um bolo de amêndoa, recheado de doce de ovos pobres e com cobertura de gema queimada.
Confesso que sempre que vejo numa pastelaria um bolo com a gema queimada desperta-me o interesse.
Fiz várias experiências até conseguir um resultado que me satisfizesse mais ou menos, ainda tem de ser aperfeiçoado, mas já ficou com um aspecto e uma textura que me satisfez.
É um bolo super simples, só temos de fazer vários passos. Tem a particularidade de ser feito com amêndoa com pele triturada e de ir ao forno depois de ter sido recheado.
Nunca tinha usado este recheio. Despertou-me a atenção o nome; doce de ovos pobres.
Tem esse nome porque é feito com gemas e claras.
Gostei da textura e não fica tão enjoativo como o doce de ovos normal. Rende bastante.

A receita do bolo e do doce de ovos é do blog As minhas Receitas da Joana Roque.
Diminuí as quantidades usadas.


Ingredientes (forma redonda 22 cm)


Bolo

100 g de manteiga amolecida
150 g de açúcar amarelo
5 ovos
100 g de farinha sem fermento
150 g de amêndoa moída com pele
1 colher- chá- mal cheia de fermento em pó


Doce de ovos pobre
3 ovos + o peso dos ovos em açúcar (os ovos são pesados antes de partir)

Decoração
2 gemas
amêndoas sem pele (cerca de 12)


Bolo
Unte e polvilhe uma forma redonda sem buraco. Forre o fundo com um círculo de papel vegetal para ser mais fácil desenformar.
Pré aqueça o forno a 180º.

Separe as gemas das claras.
Bata a manteiga ligeiramente amolecida com o açúcar até obter um creme fofo. Junte as gemas a pouco e pouco e continue a bater. Junte a farinha peneirada com o fermento e as amêndoas moídas. Bata uns segundos só até estar tudo bem misturados.
Bata as claras em castelo e envolva delicadamente com uma espátula a pouco e pouco no preparado anterior.
Deite a massa na forma e leve a cozer 40 minutos. Passado este tempo verifique se o bolo está cozido nos lados e ainda ligeiramente mole no centro, se sim desligue o forno.
Passados 5 ou 10 minutos desenforme e deixe arrefecer completamente.
Depois de frio corte o bolo ao meio no sentido do diâmetro.

Doce de ovos
Enquanto o bolo coze prepare o doce de ovos.
Pese os ovos inteiros e pese a mesma quantidade de açúcar.
Bata os ovos e o açúcar ligeiramente, apenas o necessário para os unir.
Leve o creme ao lume numa panela mexendo sempre até o doce engrossar.
Coloque numa tigela e deixe arrefecer completamente.

Montagem
Coloque um círculo em cima de um rectângulo de papel vegetal dentro de um tabuleiro, ou use uma grelha. Recheie com uma boa parte do doce de ovos. Coloque o outro círculo do bolo, verifique se está direito e espalhe o restante doce de ovos pelas laterais do bolo.
Leve o bolo ao frigorífico 10/15 minutos ou 5 na arca congeladora.
Pré aqueça o forno a 200º.
Bata ligeiramente as gemas apenas para que se desfaçam, pincele o topo e as laterais do bolo. Espalhe as amêndoas pelo topo.


Leve ao forno 5 a 10 minutos até a gema queimar. Retire do forno e deixe arrefecer.
Passe o bolo para o prato de servir.
Sirva e quando lhe perguntarem onde comprou o bolo, só tem de dizer: "fui eu que fiz". 
doce de ovos pobres



Notas: O tempo de cozedura depende de cada forno. Indiquei o tempo de cozedura do meu. Para prevenir que o bolo fique muito cozido, experimente cozê-lo 30 a 35 e passado esse tempo faça o teste.
Não se admire se ao cortar o bolo ele ainda estiver mal cozido no meio. É mesmo assim. Não se desfaz e vai acabar por cozer quando voltar ao forno.
Os ovos para o creme e as gemas para pincelar o bolo não devem ser muito batidas para evitar que percam aquela cor alaranjada própria das gemas.
Depois do bolo recheado levo-o a refrigerar para que o doce de ovos fique mais consistente e quando se pincela a gema esta não se misture com o doce de ovos.   


doce de ovos pobres


doce de ovos pobres


Bolo de amêndoa com gema queimada recheado de doce de ovos pobres


Bolo de amêndoa com gema queimada recheado de doce de ovos pobres


Bolo de amêndoa com gema queimada recheado de doce de ovos pobres